Você não vai acreditar no que este marido fez

Casamento é coisa séria. Escolher uma pessoa para passar o resto da vida ao seu lado é algo que requer muita reflexão, muita observação e muita certeza. Afinal, você precisa conhecer muito bem a pessoa com quem você dividirá tudo no futuro. Para a inglesa Amy Dawson, essa é uma lição que ela aprendeu da pior forma possível.

Amy, recém-casada, foi espancada na noite de núpcias por seu novo marido, porque eles não conseguiam tirar o seu vestido. A noiva foi arremessada para o chão e sofreu socos e pontapés por Gavin Golightly, que se irritou por conta do vestido. A inglesa teve seu supercílio cortado e todo o rosto contundido após o ataque, que ocorreu quando o casal subiu para o quarto de hotel nas primeiras horas após a festa de casamento grandiosa que tiveram.

Golightly, de 29 anos, se declarou culpado por agredi-la, mas foi poupado da prisão. Dawson, que está se divorciando dele, disse que ele deveria ter recebido uma sentença mais rígida. A estudante de contabilidade de 22 anos, que tem um filho com Golightly, disse após a audiência no tribunal: “Eu pensei que eu ia morrer. Parecia que ele ia me matar. Depois do ataque, ele saiu do quarto e eu tentei escapar, mas ele voltou e continuou a me bater. Eventualmente, eu escapei e encontrei um concierge do hotel, que chamou a polícia”.

“Tinha sido um dia tão bonito, e eu fiquei completamente arrasada por ele ter terminado do jeito que terminou.”

Você não vai acreditar no que este marido fez

O casal se casou na igreja de St. Mary, em West Rainton (Inglaterra), em agosto do ano passado antes de ir para a festa de casamento no hotel Beamish Hall, onde também se hospedou.

De acordo com a procuradora Sarah Traynor, que acusou Golightly de agressão e crime de violência doméstica no tribunal de Peterlee, Amy e Gavin foram para o quarto logo após a meia-noite. Lá, a noiva teve que ser ajudada por um porteiro do hotel que a viu em seu estado deplorável quando ela finalmente conseguiu fugir do quarto que dividia com seu então novo marido.

“O réu tentou destruir o vestido de Dawson”, ela acrescentou. A noiva tinha uma agulha de crochê para desapertar os botões, mas Golightly se recusou a usá-la. “O réu, em seguida, levantou-se de sua cadeira, aproximou-se de Dawson e a empurrou” disse Traynor. “Ele então se sentou em cima dela e começou a socá-la.”

Você não vai acreditar no que este marido fez

Golightly alegou que estava embriagado e que não conseguia lembrar do ataque. Mas ele se declarou culpado de ter causado dano físico e emocional, e recebeu uma sentença de dois anos de trabalho comunitário. Ele também recebeu uma ordem de restrição, proibindo-o de entrar em contato com Dawson, e uma ordem de indenização de 2 mil libras (aproximadamente 8 mil reais) para sua ex-esposa, pelos custos médicos e cosméticos que ela teve que pagar depois de sofrer o ataque.

Dawson disse: “A sentença foi muito branda. A ordem de restrição é a única coisa que me mantém forte. Ele não significa nada para mim agora, e o casamento ter durado tão pouco tempo foi uma bênção para mim. Seria pior se ele me agredisse depois de anos de casada. Felizmente, não desperdicei mais tempo com ele.”